Formação profissional e universidades em Espanha

O que, como e onde estudar em Espanha

O ensino superior em Espanha deve ser tido em conta pela Europa, porque cada vez mais cursos são leccionados em inglês. Existe uma vasta oferta de faculdades e cursos disponíveis em universidades - desde Economia e Gestão até Medicina e Filosofia. Escolha qual o curso que pretende frequentar e verifique se está disponível em várias universidades. O processo de admissão (especialmente para estudantes internacionais) pode variar de universidade para universidade, por isso é recomendado a verificação de cada website individualmente e o contacto com cada instituição específica.

Não é de surpreender que as universidades de maior dimensão para os estudantes internacionais, possam ser encontradas em Madrid e Barcelona. Entre algumas delas, estão a Universidade de Barcelona, a Universidade Politécnica da Catalunha, a Universidade Autónoma de Madrid e a Universidade Complutense.

Melhores cidades onde comprar uma propriedade em Espanha

Barcelona | Alicante | Málaga | Valência | Torrevieja | Estepona | Palma de Mallorca | Santa Cruz de Tenerife

Formação Profissional

Para estudar num centro de formação profissional, deverá ter um certificado de conclusão (Certificado de Salida) de uma escola secundária ou terá de ser aprovado num exame de candidatura. Este método é constituído por um conjunto de estudos específicos organizado em módulos profissionais e dividido em categorias profissionais.

Quando esta fase for concluída, os candidatos têm acesso a cursos do nível de bacharelato ou outros estudos de formação de nível superior.

Estes são classificados como:

  • Formação Vocacional Básica: permite obter o correspondente diploma profissional básico.

  • Formação de Nível-Médio: permite obter o diploma técnico e faz parte da formação secundária facultativa.

  • Formação de Nível-Superior: permite obter o diploma técnico superior e faz parte da formação de ensino superior.

Faça o download da versão portuguesa do Guia gratuito sobre como comprar uma propriedade

Tudo o que você precisa de saber sobre como comprar uma casa em espanha com um estatuto de não residente.

Tipos de programas em universidades espanholas

O ano académico espanhol tende a ser uniformizado em todo o país. As aulas começam em Setembro e terminam em Junho. O período de exames decorrer no fim de cada semestre, em Fevereiro e Junho.

Os estudantes estrangeiros têm de passar um exame de língua espanhola e demonstrar que concluíram os seus estudos secundários obrigatórios, entre outros requisitos.

  • Cursos de Ciclo-Único (Estudos de Ciclo-Curto) Estes cursos duram normalmente três anos a completar e permitem uma qualificação de nível de licenciatura (PT) ou bacharelado (BR) (diplomatura). Nestes cursos, os estudantes não continuam automaticamente os estudos de pós-graduação.

  • Estudos de Dois Ciclos com um Diploma Intermédio Estes cursos têm geralmente a duração de cinco a seis anos e começam com a licenciatura (PT) ou bacharelado (BR) no primeiro ciclo (diplomatura), com a opção de continuar para o segundo ciclo, o mestrado (licenciatura).

  • Estudos de Dois Ciclos sem um Diploma Intermédio (Estudos de Ciclo Longo) Estes cursos estão divididos em dois ciclos. É necessário completar ambos para ser atribuído o mestrado (licenciatura).

Para além destas qualificações oficiais, cada universidade oferece uma ampla variedade de diplomas não oficiais (maestrías), assim como cursos de pós-graduação em várias áreas curriculares que podem ser considerados para doutoramentos.

Universidades privadas

As universidades privadas espanholas foram pioneiras na integração dos cursos de duplo diploma, algo que não existia nas universidades públicas. As instituições privadas têm também mais meios disponíveis, melhores instalações e programas de intercâmbio mais atrativos para os estudantes. Estas ainda disponibilizam estudos menos teóricos e mais práticos, muitas equipas educativas prestigiadas e redes nacionais e internacionais de contactos ao nível de ensino, empresarial e institucional.

É dada uma ênfase especial ao ensino de línguas estrangeiras. Muitas disciplinas são ensinadas em inglês ou noutras línguas. De salientar que relativamente aos seus cursos de MBA, algumas universidades privadas espanholas estão entre as mais prestigiadas do mundo.

Em suma, a escolha entre o ensino público e privado requer um importante investimento económico e um planeamento a longo prazo, dos objectivos que pretende atingir quanto às habilitações, evolução pessoal e planeamento profissional dos seus filhos.

Após ter isto tudo em consideração e avaliar a forma como funciona o sistema de ensino espanhol, é aconselhável ver quais os estabelecimentos públicos e privados que existem na área onde pretende residir. Poderá até haver uma escola que siga o estilo de ensino do seu país de origem.

Finalmente, se os seus filhos vão concluir os estudos universitários em Espanha e desejarem trabalhar posteriormente no estrangeiro, será necessário analisar os acordos de equivalências das qualificações e requisitos exigidos caso a caso.