11 melhores locais para viver em França (e porque?)

Se está a planear mudar-se para França, precisa de escolher o sítio certo. O trabalho pode levá-lo a viver num local em particular - se trabalhar na indústria aeroespacial, por exemplo, acabará a viver em Toulouse - mas se puder escolher a sua localização, alguns sítios são mais adequados para si do que outros.

Paris

Claro que Paris é de longe a cidade mais cara para viver em França - e isso reflete-se quer seja nas compras diárias do supermercado, quer nos preços dos imóveis - mas também é a cidade culturalmente mais interessante e dinâmica de França. Se quiser, poderá ir a um teatro ou a uma sala de espectáculos diferente todas as semanas. Há empregos em Paris no sector financeiro e nas sedes de grandes corporações, assim como no sector dos serviços, no ensino e media.

Muitos compradores de imóveis optam por ficar no centro de Paris, mas as famílias escolhem as zonas da periferia - por exemplo La Villettes e Les Buttes Chaumont no norte, os bairros ‘bobo’ (ligeiramente artísticos) com imenso espaço verde, ou Trocadero e Monceau a oeste. As boas e económicas ligações de transporte tornam possível mudar-se para áreas ainda mais afastadas, como para as cidades de Sevres, Versalhes ou Saint-Germain-en-Laye - esta última muito popular com expatriados dado que tem um importante lycée internationale.

Todas as listas em Paris

Lyon

Lyon é a capital gastronómica de França com uma tradição de alta gastronomia que remonta há séculos; também é uma cidade com um importante centro empresarial com grandes empresas no sector da banca (atrás apenas de Paris), da farmacêutica, software e biotecnologia e tem três universidades. Os recentes investimentos em infraestruturas tornaram o uso dos transportes públicos uma excelente escolha; Lyon teve as suas bicicletas de aluguer Velo’v dois anos antes de Paris ter as Velib!

A área de Confluence é como uma experiência arquitectónica modernista, com modernos edifícios cúbicos que misturam centros culturais, residenciais e comerciais de luxo num eco-distrito sustentável. Enquanto a Presqu’Ile, com o edifício da ópera e o museu de arte, permanece bastante atrativa, os mais boémios preferem provavelmente zonas como Croix Rousse, a antiga área têxtil da cidade, com as suas casas antigas e ruas tortuosas, enquanto os preços mais acessíveis podem ser encontrados em Guillotiere, ainda perto do centro mas com uma grande população académica.

Todas as listas em Lyon

Toulouse

Toulouse é completamente diferente - uma metrópole em grande crescimento com sectores vibrantes de engenharia e aeroespacial e uma vasta população académica (há várias prestigiadas faculdades de engenharia assim como a universidade). É a quarta maior cidade de França, com um encantador centro histórico e é chamada de “la ville rose” (a cidade rosa) devido à sua arquitetura única em tijolos de terracota rosados, e tem várias atrações culturais e uma agitada vida noturna. Também é servida por uma excelente rede de transportes, com um bom aeroporto e várias ligações férreas nacionais recentemente melhoradas. É uma grande cidade para viver e trabalhar e, se quiser relaxar, os trilhos para caminhadas dos Pirinéus estão a apenas 90 minutos de carro.

Todas as listas em Toulouse

Faça o download da versão portuguesa do Guia gratuito sobre como comprar uma propriedade

Tudo o que você precisa de saber sobre como comprar uma casa em França com um estatuto de não residente.

Encontre a sua nova casa nas maiores cidades francesas

Marselha

Marselha, com uma população de mais de 850 mil habitantes, é a segunda maior cidade francesa, mas o custo de vida é 30% inferior ao de Paris ou Lyon. Famosa por ser uma cidade dura e sem rodeios, atravessou recentemente uma renascença cultural com novas galerias e museus, mas não perdeu a sua autenticidade.

Poderá pensar em pescadores e bouillabaisse (sopa ou guisado preparado à base de peixes brancos sortidos) quando pensa em Marselha, mas a cidade também acolhe a maior universidade de França, um importante sector científico e tecnológico que inclui o projecto de investigação energética ITER e várias outras grandes empresas, incluindo Pernod Ricard, que é de várias formas, fulcral na vida de Marselha! Uma pequena desvantagem é que apesar da população ser multicultural e diversificada, a comunidade expatriada não é muito unida.

Não tem que enganar, se se mantiver na área sul da cidade - o Cours Julien está na moda, assim como o artístico bairro Le Panier, enquanto as famílias podem preferir os subúrbios de Longchamp e Michelet.

Todas as listas em Marselha

Cannes

Cannes é a segunda maior cidade na Riviera, a seguir a Nice, e tal como Antibes é uma popular área residencial escolhida por quem trabalha em Sophia-Antipolis. Com o festival de cinema e as feiras comerciais MIPIM, MIPCOM e MIPTV, tem um enorme sector turístico e é muito cosmopolita. O centro é bastante agitado durante as madrugadas, fazendo dos subúrbios a escolha acertada para as famílias.

Todas as propriedades em Cannes

Antibes

Antibes é uma área muito popular com os directores e administrativos que trabalham no campus tecnológico de Sophia-Antipolis, assim como com os veraneantes. Tem uma vasta população estrangeira e várias escolas internacionais. No pequeno e charmoso centro histórico, há excelentes mercados alimentares e uma marina em Port Vauban e durante o verão tem uma agitada vida noturna. O revés é que apesar de ser uma cidade muito concorrida no verão, pode ser bastante isolada no inverno comparada com algumas das maiores cidades costeiras.

Todas as propriedades em Antibes

Villefranche-sur-Mer

Finalmente, para aqueles que procuram uma experiência mais autêntica de uma pequena cidade francesa na Riviera, Villefranche-sur-Mer tem muito para oferecer. Esta pequena cidade costeira nunca se tornou num subúrbio de Nice e, apesar de estar a apenas uma curta viagem de comboio da grande cidade e apesar de ser invadida por turistas nos meses mais concorridos de verão, conseguiu manter os seus mercados locais e o seu estilo mais antiquado. A cidade velha, com as suas ruas estreitas e as coloridas casas pintadas com ocre, é particularmente charmosa, protegida por um lado por Cap de Nice e do outro lado por Cap Ferrat com as suas super-luxuosas vivendas, extraordinariamente caras. É um excelente sítio para alguém com um emprego em Nice, por um lado, ou Mónaco, por outro - um local para chegar a casa e relaxar.

Todas as propriedades em Villefranche-sur-Mer

Bordéus

Bordéus é o centro do comércio de vinho, mas também acolhe várias empresas de grande dimensão e a capital da região administrativa Nouvelle Aquitaine (Nova Aquitânia). É uma cidade sofisticada e diversa e oferece um excelente estilo de vida para as famílias expatriadas, com animação durante todo o ano. No entanto, o mercado imobiliário aqueceu bastante nos últimos anos, por isso comprar a casa certa pode ser muito mais caro do que aquilo que possa esperar.

Todas as propriedades em Bordéus

Aix en Provence

Aix en Provence é a cidade dos vultos da cultura, com o seu festival de música clássica em Julho. Tem muita classe mas não é aborrecida e tem uma vida noturna surpreendentemente tranquila para uma cidade com 143 mil habitantes. Há uma grande comunidade de expatriados e um grande número de estudantes, por isso há sempre muita procura pelos imóveis para arrendamento e a cidade está bem localizada para explorar as áreas rurais da Provença. Aix está rodeada por uma complexa rede de estradas, por isso muitos compradores preferem ignorar os subúrbios e, ao invés, procuram comprar em Luberon ou outras área rurais à volta de Aix.

Todas as propriedades em Aix en Provence

Bergerac

A região de Dordogne é muito popular com os expatriados britânicos, holandeses e belgas e tem muitos imóveis rurais baratos, incluindo alguns para renovação. Bergerac é em si uma encantadora cidade mercante, com uma população de pouco mais de 26 mil habitantes e um aeroporto que dá acesso à Irlanda e ao Reino Unido e está muito próximo de Bordéus, mas pode ser algo complicado encontrar empregos nesta área, sobretudo se não falar francês. Por outro lado, se está reformado, à procura de uma casa de férias, ou se tem a liberdade de trabalhar a partir de casa, esta pode ser uma excelente área para se mudar, com uma comunidade de expatriados realmente acolhedora.

Todas as propriedades em Bergerac

Benayes

Por último, temos de acrescentar aquele que é certamente o melhor sítio para viver em França. Benayes, com 224 habitantes, tem mais vacas Limousin do que pessoas e poderá ali comprar duas casas por 50 mil euros e ainda receber troco. Há morangos frescos, plantações de castanheiros, suculentas maçãs Golden e até acesso à internet de banda larga; mas a não ser que trabalhe num dos campos agrícolas locais ou numa das cidades maiores das proximidades, aqui não há muitos empregos.

French Property bargains for savvy buyers